rain
Fique por dentro de tudo!

Dicas e artigos

post mais recente

Conheça os erros mais comuns no Treino de Hipertrofia.

O treino de hipertrofia visa aumentar o tamanho dos músculos, combinando treino, descanso, alimentação e, em alguns casos, uso de hormônios. É vantajoso por eliminar a gordura corporal, aumentar a disposição e a resistência, melhorar a circulação sanguínea e proteger articulações.

O desenvolvimento da hipertrofia muscular está ligado ao treinamento. No início do programa de treinamento, o corpo passa por adequações. É nesse período que o organismo se acostuma com as novas atividades e a hipertrofia aumenta gradativamente após essas adaptações.

A musculação é o método mais difundido para obter desempenho muscular e massa magra e o mais indicado e seguro. Confira a seguir os erros mais comuns no treino de hipertrofia.

 

Montagem da série

As séries de exercícios são sequências de atividades que compõem o treino. Os exercícios são selecionados pelo educador físico segundo o objetivo a ser alcançado, e devem se adaptar a fatores individuais.

Realizar a série por completo proporciona resultados eficazes e satisfatórios. Abandonar exercícios prejudica a simetria e a funcionalidade do corpo. A área não trabalhada não receberá a mesma carga que as demais, tendo uma resposta abaixo do esperado.

 

Respeito aos intervalos

Respeitar o intervalo entre as séries é muito importante para a recuperação do organismo. Ao aumentar o período de descanso, os músculos não receberão o estímulo no tempo correto. Um descanso menor que o necessário pode levar a resultados menos efetivos. Em alguns casos, pode ser interessante não treinar todos os dias da semana, em outros, reduzir a carga. Para saber qual o método mais adequado, converse com um profissional de educação física.

 

Manter a mesma série por muito tempo

Como a hipertrofia muscular é um processo adaptativo, o corpo precisa encontrar desafios para potencializar o processo. O estímulo de uma série pode se tornar ineficiente após um longo período. Por isso, são necessários estímulos que alternem tipos de exercícios, intensidade e carga, evitando a estagnação dos ganhos de massa muscular. Em casos em que a série deve ser mantida, o profissional de educação física pode sugerir pequenas variações, como nas angulações dos exercícios.

 

Não buscar aconselhamento médico

Na ânsia por iniciar uma atividade física, podemos cometer o erro de não consultar médicos para uma avaliação prévia. Outras vezes, podemos deixar o acompanhamento médico de lado após o início das atividades. É muito importante realizar uma avaliação clínica para que o médico possa avaliar seu condicionamento físico. O resultado da avaliação auxilia na prescrição de exercícios quanto à carga e frequência de treinamento. Consultar-se regularmente garante a eficácia dos treinos.

 

Não consultar um educador físico

A maioria das academias possui profissionais de educação física à disposição dos alunos. Eles realizam a avaliação antes do início das atividades para captar deficiências, fraquezas e pontos fortes para indicação dos exercícios. Conversar com seu treinador sobre ajustes, troca de séries e dificuldades quanto à realização dos exercícios vai melhorar sua experiência.

É importante respeitar seu nível de treinamento, de forma a evitar a sobrecarga e possíveis lesões. Para tal, é primordial buscar auxílio profissional, de médicos e educadores físicos, e, assim, garantir os resultados esperados.

Sarcopenia: O que é e como resolver?

O envelhecimento humano traz consigo processos naturais que ocorrem no corpo. Um deles é a sarcopenia, doença causada pela perda de massa e força muscular. Embora possa estar associada a outras condições de saúde, a sarcopenia costuma se manifestar em idosos e pode ser bastante debilitante, interferindo na capacidade de exercer atividades simples e, consequentemente, em sua rotina diária, fazendo com que o paciente se torne dependente da ajuda de outras pessoas.

Embora o envelhecimento não possa ser evitado, existem formas simples de se prevenir a sarcopenia e reverter parcialmente seus efeitos. O tratamento está ligado a uma alimentação saudável, atividade física regular, como a musculação, e a suplementação alimentar, entre outras medidas que visam a hipertrofia, isto é, o aumento dos músculos. Read more

Tudo que você precisa saber para resolver o excesso de peso.

O excesso de peso tem várias causas. Alimentação desequilibrada, sedentarismo, problemas hormonais, compulsão alimentar, hiperinsulinismo, fatores genéticos, problemas emocionais e psicológicos, ansiedade, estresse são alguns fatores que levam ao aumento do peso corporal. Para resolver o problema é necessário buscar ajuda médica. Somente os especialistas podem diagnosticar com precisão as causas do excesso de peso, e, assim, definir o tratamento correto, incluindo, por exemplo, a modulação hormonal, e o plano de emagrecimento e atividades físicas.

O diagnóstico do excesso de peso é realizado com base no Índice de Massa Corporal (IMC), calculado dividindo-se o peso pelo quadrado da altura. Resultado de IMC a partir de 25 indica sobrepeso. A partir de 30, já é considerado um caso de obesidade grau I. Read more

7 motivos para comer batata doce

A batata doce é super nutritiva, além de ser extremamente versátil já que pode ser encontrada facilmente durante todo o ano, independente da variedade. Além disso, faz toda a diferença na alimentação de qualquer pessoa. Ela é rica em inúmeros nutrientes e antioxidantes e tem muitos benefícios a oferecer para saúde de qualquer pessoa. É considerada também o carboidrato ideal. para os atletas, superando diversos outros alimentos, já que possui mais cálcio, fibra e potássio do que a maioria deles.

Read more

Exercícios simples para tonificar as pernas

Close-Up of Bodybuilders Legs Ready For Competitive Sport

Muitos ainda não sabem é que é possível deixar as pernas mais torneadas com exercícios simples e eficientes.

Com os exercícios adequados, é possível conquistar pernas grossas e tonificadas em curto prazo. Existem diversas possibilidades práticas e eficientes para quem quer deixar as pernas mais bonitas. De acordo com cada tipo físico, é possível combinar exercícios específicos que funcionam de forma eficiente. Treinar com um profissional normalmente acelera seus resultados, mas, para quem não tem essa possibilidade, investir em exercícios como bicicleta, esteira e agachamentos já é uma boa forma de começar a tonificar seu corpo. Read more

A NUTROLOGIA E AS DIETAS DA MODA

A nutrologia e as dietas da moda

A nutrologia é a especialidade médica da área clínica voltada ao diagnóstico, prevenção e tratamento de enfermidades nutricionais, orientando também sobre a alimentação para melhora energética, correção de peso e aumento da longevidade, estudando os benefícios para a saúde dos nutrientes contidos nos alimentos.

A ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia) foi fundada em 1973, e a especialidade, foi reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina em 1978. Read more

SUPLEMENTOS ALIMENTARES

Definição – DSHEA 1994

Quando for um produto (que não tabaco) utilizado com o intuito de suplementar a dieta e que contenha um ou mais dos seguintes ingredientes: uma vitamina, um mineral, um aminoácido, alguma substância dietética capaz de aumentar o conteúdo cálórico total da dieta ou um concentrado metabólico, constituinte, extrato, ou combinação desses nutrientes.

Quando for produzido para ser ingerido na forma de pílulas, cápsulas, tablets ou como líquido.

Quando não for produzido para uso convencional como alimento ou como único item de refeição ou dieta.

Quando for um produto em cujo rótulo apareça a denominação de “suplemento dietético”

Quando incluir subst^ncias como drogas novas aprovadas, antibióticos ou produto biológico licenciado, comercializado como suplemento dietético ou alimento antes da aprova~ção, certificação ou licença para ser utilizada como medicamento.
Read more

ALIMENTOS TERMOGÊNICOS

Os alimentos termogênicos, como a canela, gengibre, pimenta vermelha e o chá verde, podem ser grandes aliados daqueles que desejam perder alguns quilos. Isto ocorre, pois, quando ingeridos, ativam a produção do calor orgânico do nosso corpo, aumentando a temperatura interna e acionando a termogênese orgânica. Neste processo, as calorias ingeridas dos alimentos nos fazem gastar mais energia por meio da aceleração do metabolismo.

É indicado consumir pelo menos dois tipos de alimentos termogênicos de duas a três vezes ao dia. Porém, fique atento: o consumo de alimentos termogênicos não é indicado para pessoas magras, hipertensas, que passam por constante estresse e gestantes.