Conheça a relação entre hipertrofia, alimentação e descanso
28 de abril de 2020
Saiba como a Nutrologia pode contribuir com a Nutrição
12 de maio de 2020
Exibir tudo

Conheça os perigos da desidratação durante os exercícios

Os exercícios físicos são aliados importantes na manutenção da saúde. A prática pode acontecer duas, três ou mais vezes na semana. No entanto, é importante garantir a ingestão diária de líquidos, especialmente água, para garantir o funcionamento do organismo.

Estudos indicam que algumas pessoas consomem apenas meio litro de água por dia. Esta é uma quantidade considerada pequena, insuficiente para repor a perda de líquido provocada pelos exercícios. Com isso, pode haver desequilíbrios no organismo, prejudicando a saúde e o rendimento esportivo.

AGENDE UMA CONSULTA

Por que há perda de líquidos durante os exercícios?

O funcionamento do corpo exige que o organismo consuma substâncias e nutrientes, entre eles, a água. Colocar este mesmo corpo em movimento, como durante a prática de exercícios, consome ainda mais líquido quando comparado ao repouso. Por isso, é preciso repor ao longo do dia o que foi perdido durante as atividades físicas.

 

Qual quantidade de líquido deve ser consumida durante os exercícios físicos?

Este mesmo estudo indica que, ao praticar exercícios, é preciso ingerir de 125 a 500 ml a cada 15 minutos. Esta medida reduz a queda do desempenho e melhora habilidades como as motoras, a atenção, a concentração e a velocidade. O consumo de líquidos também permite a redução do tempo de reação.

 

Por que devo repor líquidos durante os exercícios?

O consumo regular de água durante as atividades físicas melhora o desempenho e facilita a termorregulação. Manter a hidratação do organismo mesmo durante os exercícios também reduz as chances de desenvolver hiponatremia. Esta alteração metabólica consiste na baixa concentração de sódio no sangue em relação ao volume de água disponível no corpo. Ela é mais comum durante atividades físicas mais longas e ocorre devido à desidratação. Além da perda excessiva de eletrólitos, pode provocar dores de cabeça, confusão mental, fraqueza, espasmos musculares, diarreias e vômitos.

 

Quais são os sintomas da desidratação?

Entre os sintomas mais comuns estão sede excessiva, sensação de boca seca e de fraqueza além de tonturas constantes e batimento cardíaco acelerado. Também podem haver desmaios, confusão mental, queda na produção de suor e urina e urina escura.

É importante conhecer seu organismo e ser capaz de notar qualquer alteração. Caso surjam sintomas como esses, aumente o consumo de água e busque aconselhamento médico.

 

Como prevenir a desidratação além da prática dos exercícios físicos?

É recomendado ingerir, ao menos, dois litros de água por dia. Como dito anteriormente, é preciso aumentar essa quantidade durante a prática de atividades físicas.

É indicado evitar a prática de exercícios ao ar livre em dias de sol forte e levar uma garrafinha de água filtrada ao sair à rua. Assim, é possível manter seu organismo hidratado e evitar os danos causados pela desidratação.

 

Manter o organismo hidratado é importante para todos. Por isso, não esqueça de consumir líquidos e, principalmente, água. Preste atenção aos sinais dados pelo seu corpo e beba água mesmo antes da sensação de sede surgir. Dê preferência à água própria para consumo a fim de evitar vômitos e diarreias.

AGENDE UMA CONSULTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, tudo bem?
Como podemos ajudar?
Envie uma mensagem aqui e te responderemos o mais breve possível.
Powered by