Emagrecimento na terceira idade
4 de junho de 2019
Creatina: tudo o que você precisa saber
23 de julho de 2019
Exibir tudo

Saiba mais sobre a dieta vegetariana

A dieta vegetariana é baseada em alimentos de origem vegetal. Estes alimentos são capazes de fornecer carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais e fitoquímicos em quantidades ideais para suprir nossas necessidades. No entanto, mesmo assim, nossos hábitos alimentares, desenvolvidos ao longo da vida, podem provocar ou não equilíbrio.

Durante a escolha e o preparo correto das nossas refeições, podemos potencializar os benefícios dos alimentos e suprir nosso organismo. Assim, nosso corpo será capaz de desempenhar suas funções e poderemos cumprir nossas tarefas diárias. O vegetarianismo também é visto como um método de beneficiar animais e o planeta, por não causar sofrimento ou danos ambientais.

AGENDE UMA CONSULTA

O que é o vegetarianismo?

De maneira geral, ser vegetariano significa não ingerir qualquer tipo de carne animal ou produtos de origem animal. Sendo assim, não devem ser consumidos carne bovina, frango e peixe, além de alimentos como manteiga, leite e ovos. No entanto, existem diferentes maneiras de aderir ao vegetarianismo.

O vegetariano estrito não consome carne de nenhum tipo, ovos, mel, laticínios e produtos que possuam derivados animais entre seus ingredientes. Entre estes estão proteínas do leite, gelatina e albumina, além de alguns corantes e espessantes. O lactovegetariano não ingere carnes ou ovos, mas consome laticínios. O ovovegetariano, por sua vez, não come carnes ou laticínios, mas consome ovos. Por fim, o ovolactovegetariano não consome carnes, mas utiliza ovos e laticínios.

 

Optei pela dieta vegetariana, o que posso comer?

É importante combinar os grupos de alimentos a fim de melhorar a obtenção de nutrientes. Todos os grupos devem estar presentes no consumo diário de uma dieta equilibrada, com exceção das oleaginosas e de amiláceos. O consumo dos dois últimos é opcional.

Os cereais consistem em arroz, trigo, centeio, milho, aveia, quinoa e amaranto. Podemos incluir também os produtos feitos com eles: pães, macarrão, lasanha, massas de tortas, entre outros. Os óleos são feitos de soja, girassol, linhaça ou o azeite de oliva.

As leguminosas incluem feijão e suas variedades, grão-de-bico, soja, lentilhas, ervilhas e favas. Entre as oleaginosas estão nozes, amêndoas, castanhas, pistache, macadâmia e sementes como girassol, abóbora, gergelim e linhaça. Os amiláceos são alimentos como inhame, batatas, mandioca e batata doce. 

Legumes, verduras e frutas talvez sejam os mais conhecidos. Os primeiros incluem abobrinha, chuchu, pimentão, berinjela e cogumelos. Já couve, rúcula, agrião, brócolis, alface e algas são exemplos de verduras. Entre as frutas estão caqui, cajá, banana, manga, maçã, pera, figo, uva, melancia, mamão, goiaba, melão, abacate e pêssego.

AGENDE UMA CONSULTA

Como dar início à dieta vegetariana?

Antes de iniciar uma dieta vegetariana, consulte um especialista de sua confiança. Ele poderá propor a melhor maneira de adaptar seu organismo à nova rotina alimentar. Para substituir a proteína animal, conte com as diversas opções acessíveis de proteína de origem vegetal. Soja, aveia, tofu, lentilha, ervilha e feijão são exemplos de boas fontes proteicas. 

Para manter uma dieta vegetariana balanceada, consuma frutas, cereais, verduras, legumes e proteínas diversos. Assim, é possível evitar a falta de nutrientes ou o exagero na absorção de alguns deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, tudo bem?
Como podemos ajudar?
Envie uma mensagem aqui e te responderemos o mais breve possível.
Powered by