Você conhece a teoria da autoeficácia? Saiba como ela se relaciona aos nossos protocolos.
4 de dezembro de 2018
Saiba mais sobre a bulimia e como tratá-la
22 de maio de 2019
Exibir tudo

Você sabe o que é anorexia mental ou anorexia nervosa?

A palavra anorexia significa ausência de apetite, mas, na realidade, consiste na necessidade excessiva de perder peso. Ela é mais do que vontade de emagrecer, fazendo com que o indivíduo distorça sua imagem e rejeite seu corpo. Este quadro é mais comum em mulheres e ocorre mesmo quando a pessoa não está acima do peso.
O paciente passa a se privar de alimentos e praticar exercícios físicos de modo excessivo. Como resultado, emagrecem muito e o índice de massa corporal (IMC) fica abaixo do desejável, não suprindo as necessidades do organismo.

AGENDE UMA CONSULTA

Quais os sintomas de anorexia?
Pode ser difícil perceber a anorexia em seu início. Isso acontece porque o indivíduo pode fingir se alimentar bem e a perda de peso ainda não ser notável. O que se percebe, então, é o nervosismo caso haja aumento de peso. É comum que a pessoa anoréxica fique desconfortável ao comer diante de outras pessoas.
Com o passar do tempo, mesmo estando muito abaixo do peso, o indivíduo continua se sentindo insatisfeito e deseja emagrecer mais. Em casos graves, o paciente pode sofrer osteoporose, desordens digestivas, problemas psicológicos e ter mais chance de contrair infecções. Mulheres podem sofrer interrupção do ciclo menstrual devido às reações desencadeadas nas funções fisiológicas.

O que leva uma pessoa a desenvolver anorexia?
São vários os fatores psicológicos e emocionais que podem desencadear uma anorexia. Entre eles estão: depressão, baixa autoestima, perdas e situações de pressão e estresse.

Quais são os tipos de anorexia?
Atualmente, existem dois tipos principais: a restritiva e a purgativa. A primeira consiste em uma severa restrição alimentar, que pode ou não ser acompanhada por atividades físicas excessivas. O paciente pode reduzir o tamanho das porções consumidas em uma refeição, jogar alimentos fora ou dá-los para animais da casa. Além disso, a pessoa pode, abruptamente, deixar de consumir grupos alimentares como carboidratos ou carnes. Outras características são a contagem de calorias e o consumo de chicletes.
A segunda, por sua vez, se relaciona à sensação de ingerir mais alimentos do que o necessário. A pessoa anoréxica pode utilizar laxantes, diuréticos ou provocar o vômito. Assim, o paciente acredita diminuir a ingestão de calorias e as chances de engordar. No entanto, a perda de peso acontece devido à desidratação, consequência comum de vômitos e diarreias constantes.

Quando devo procurar ajuda médica?
A anorexia nervosa é o transtorno psiquiátrico responsável pela maior taxa de mortalidade anual. Isso acontece porque ela causa desde inanição a suicídio e o paciente pode não perceber o problema sozinho. Fique atento à redução do consumo alimentar, à recusa de alimentos ou à demora em terminar uma refeição. Mesmo quando um amigo indica o início do distúrbio, a pessoa pode se negar a procurar um especialista. Em alguns casos, é necessária a internação do paciente a fim de preservar a saúde do paciente.
Tendo isso em vista, é essencial que o anoréxico reconheça a necessidade do tratamento e que o resultado depende principalmente dele mesmo. Após aceitar a assistência médica, é preciso que o paciente tenha força de vontade e compreensão dos seus limites. Além disso, é preciso colaborar com os profissionais e seguir as orientações dadas por eles.

AGENDE UMA CONSULTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, tudo bem?
Como podemos ajudar?
Envie uma mensagem aqui e te responderemos o mais breve possível.
Powered by